Banda de Parafita em Concurso Internacional | Dia 26

Banda de Parafita em Concurso Internacional | Dia 26

É mais um passo na afirmação do percurso artístico da banda musical de Parafita, um dos emblemas culturais do concelho de Montalegre. Uma coletividade, com mais de 200 anos de história, que atravessa um notável momento de criatividade. A presença, pela segunda vez, neste concurso internacional vem provar que não só em centros urbanos impera excelência. Também no recanto do Barroso, há razões para acreditar que trabalho e competência são sinónimo de qualidade.

SEGUNDA VEZ

Com efeito, a Banda Musical de Parafita não esconde a honra de participar pela segunda vez – primeira foi em 2014 – neste prestigiante e exigente certame. Falamos de um evento – o terceiro CIB Filarmonia D’Ouro – dividido em três secções: 1ª Secção, 2ª Secção e Secção Académica. Todas as bandas terão que executar – pela seguinte ordem – uma obra de aquecimento (não pontuada); uma obra obrigatória e uma obra livre. Na obra livre, à escolha de cada banda, o júri, além da qualidade de execução, pontua, também, a escolha da obra em si, sendo que todas procuram apresentar uma obra livre que surpreenda. Por outro lado, a obra obrigatória – será interpretada por todas as bandas concorrentes – para a segunda secção – onde participa a Banda de Parafita – é “El Camino Real”, do compositor americano Alfred Reed, sendo a obra livre escolhida pela banda “With Heart and Voice”, de David R. Gillingham.
Dizer que na segunda secção, além da Banda Musical de Parafita, participam, também, a banda de música de Belinho – Esposende, Banda Nova de Fermentelos – Águeda, Banda de Musica de Loureiro – Oliveira de Azeméis e a banda musical da Póvoa de Varzim.
O júri desta terceira edição do CIB Filarmonia D’Ouro é constituído por cinco personalidades de reconhecido mérito artístico. É presidido pelo maestro Paulo Martins, sendo os restantes elementos o maestro e compositor Luís Cardoso (Portugal), António Moreira Jorge (Portugal) – diretor do conservatório do Porto – o compositor Thomas Traschel (Suíça) e o maestro Henrie Adams (Holanda).
No final para referir que a Câmara Municipal de Montalegre disponibiliza, a todos os interessados, o transporte necessário para assistirem a esta jornada cultural

CONTACTOS (INSCRIÇÕES TRANSPORTE GRÁTIS)

José Alves
914 842 012
josealves@sapo.pt

Share
Esta página já foi vista 380 vezes.

Deixar Comentário