António Coelho

António Coelho

António CoelhoAntónio Fernando Pinto Coelho nasceu em 1964, na freguesia de Melres, concelho de Gondomar.
Aos 10 anos inicia os seus estudos musicais na Banda Marcial de Gueifães-Maia e é através do seu pai (músico distinto da mesma banda) que adquire os primeiros conhecimentos do clarinete.
Aos 17 anos ingressa na Banda da Região Militar Norte.
Nessa mesma banda ainda como praça (soldado), é colocado em 1º clarinete.
Em 1983 frequenta o curso de promoção de sargentos músicos e em 1985 conclui o mesmo curso ficando colocado como um do 1º clarinete solo da referida banda.
Durante o curso teve como professor de clarinete Alberto dos Santos Vieira, solista da Banda da Região Militar Norte e 1ºclarinete da Ex. Orquestra “Camerata” do Porto e actualmente maestro da Banda de Lagares.
António Coelho foi por diversas vezes concertista, executando na Banda da Região Militar Norte o II concerto para clarinete de Carl Von Webber.
Paralelamente às suas funções de executante foi também professor na formação de praças e sargentos músicos durante vários cursos.
Esteve colocado na Banda Sinfónica do Exército (Lisboa) onde exerceu as funções de 1º clarinete (solo) e professor na disciplina de “Transcrições e Arranjos Musicais” dos cursos de Oficiais dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), cursos de promoção a Sargento-Chefe e estágio de promoção a Sargento-Ajudante.
Foi o 1º clarinete solo em todas as Bandas filarmónicas por onde passou (Banda de Gueifães, Vilela, Lousada, Vale de Cambra, Freamunde, etc.)
Teve aulas de direcção com o Major Custódio Gonçalves (Ex. Maestro, Chefe da Banda Militar do Porto) e participou no super-master de direcção orientado pelo Maestro Douglas Bostock.
Foi Sargento-Chefe na Banda Militar do Porto como clarinete solista, sendo também o chefe da área de instrução da mesma banda.
Foi Maestro da Banda Musical de Parafita e Director Pedagógico da Escola de Música entre Novembro de 1998 e Setembro de 2013 – 15 anos – sendo um maestro marcante na instituição, quer ao nível da subida notória de nível artístico da banda e também da escola de música.

Share
Esta página já foi vista 2036 vezes.

Deixar Comentário